Bebida

Itália candidatará zona do Prosecco a Patrimônio da Unesco

Região produtora da bebida fica no Vêneto, norte do país (foto: reprodução)

por ANSA

O ministro de Políticas Agrícolas da Itália, Maurizio Martina, assinou nesta quarta-feira (25) o dossiê de candidatura das colinas produtoras de Prosecco, um dos espumantes mais famosos do país, a Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco).

A área de origem da bebida fica na região do Vêneto, no nordeste da Itália, mais especificamente entre as cidades de Conegliano e Valdobbiadene. O documento será examinado nesta quinta (26) pela Comissão Nacional Italiana para a Unesco, a quem cabe o papel de formalizar a candidatura.

O objetivo é tornar a zona produtora de Prosecco um Patrimônio Mundial até 2018, concluindo um processo iniciado em 2009. “Apoiamos essa candidatura porque expressa com força a capacidade do Prosecco de valorizar um território agrícola e promover a Itália no mundo”, disse Martina.

Atualmente, a Itália é o país com o maior número de Patrimônios Mundiais tombados pela Unesco, uma lista que inclui os centros históricos de Roma, Florença, Nápoles e Siena, a Lagoa de Veneza, a Costa Amalfitana, a cidade de Verona e o Monte Etna, entre outros. (ANSA)

Saiba mais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Por causa de dívida, mulher joga gasolina e ateia fogo em idoso
+ Como limpar capinha de celular transparente de 5 maneiras
+ Cientistas descobrem as causas da progressão do Alzheimer no cérebro
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio