Bebida

Vinho produzido com maconha dá ‘barato’, mas não tem álcool

da Redação da Menu 

Pegando carona na “brisa” que tomou conta da Califórnia (EUA) – que passou a ser o sexto Estado norte-americano a permitir a comercialização de maconha para fins recreativos -, a vinícola californiana Rebel Coast lançou, recentemente, um sauvignon blanc 2016 com infusão de tetra-hidrocanabinol (THC), princípio ativo da maconha.

Mas o “barato” fica apenas por conta da substância, já o vinho não tem álcool – a legislação local não permite o uso de álcool nos produtos elaborados com maconha.”Nós removemos o álcool a partir de um processo de osmose reversa. E, depois, fazemos uma infusão com o THC”, explica o sócio da Rebel Coast, Alex Howe, ao jornal LA Weekly.

Segundo a vinícola, a vantagem de consumir o vinho é que não é preciso se preocupar com a ressaca no dia seguinte e nem em engordar (ao menos até a hora da larica), já que cada taça tem apenas 35 calorias.

O rótulo custa US$ 60 (cerca de R$ 190) e será vendido sob encomenda apenas no Estado norte-americano. Neste ano, a vinícola pretende lançar um rosé e um espumante com maconha. É aguardar.

 

 

Saiba mais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Por causa de dívida, mulher joga gasolina e ateia fogo em idoso
+ Como limpar capinha de celular transparente de 5 maneiras
+ Cientistas descobrem as causas da progressão do Alzheimer no cérebro
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio