Bebida

Exportações de espumantes brasileiros crescem 64% no primeiro trimestre

Chile, Cingapura, China, Japão e EUA são os países que mais compraram os nossos espumantes nos três primeiros meses de 2018 (foto: divulgação)

por Suzana Barelli

Diego Bertolini, da Wines of Brazil, comemora. Neste primeiro trimestre de 2018, as exportações de espumantes brasileiros cresceram 63,92% em valor, na comparação com igual período do ano passado. O preço médio do litro exportado foi de US$ 4,90. Chile, Ásia (aqui incluídos Cingapura, China e Japão) e Estados Unidos são os países que mais compraram as nossas borbulhas nestes três meses do ano.

Este resultado traz força à corrente de produtores locais que acredita que os espumantes devem ser o foco principal da pauta de exportação dos brancos e tintos brasileiros. Entre as razões, está o fato de a bebida ser uma vocação brasileira (ao menos, nas principais regiões produtoras) e possibilita uma venda de maior valor agregado. Além disso, se o Brasil focar em um produto é mais fácil criar uma identificação para o consumidor internacional de qual é a nossa expertise. E isso, em um segundo momento, pode abrir caminho para as demais bebidas elaboradas por aqui.

Saiba mais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Por causa de dívida, mulher joga gasolina e ateia fogo em idoso
+ Como limpar capinha de celular transparente de 5 maneiras
+ Cientistas descobrem as causas da progressão do Alzheimer no cérebro
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio