Noticias

Restaurantes pedem indenização bilionária a Estados e municípios

Foto: iStock

Descontente com a falta de ajuda financeira, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) entrou com uma série de ações na Justiça para recuperar parte do prejuízo causado pelas restrições impostas por Estados e municípios para combater a pandemia do novo coronavírus no País.

+Itaú revolta restaurantes com vídeo, e polêmica faz banco deletar campanha: ‘Cruel’
+Pandemia leva à falência 12 mil bares e restaurantes de São Paulo
+Setor de bares e restaurantes diz que está em “estado terminal”

Paulo Solmucci, presidente da entidade, quer que governadores e prefeitos sejam responsabilizados pelas perdas no mercado de bares e restaurantes. Com 10 mil associados, a Abrasel espera conseguir uma indenização de, pelo menos, R$ 1 bilhão.

Desde março de 2020, quando começou a pandemia, Solmucci estima que o setor tenha deixado de faturar R$ 60 bilhões, com o encerramento de 335 mil estabelecimentos e a perda de 1,3 milhão de empregos diretos.

“A Europa e os Estados Unidos estão separando recursos para incentivar o setor. Aqui no Brasil, os nossos prefeitos e governadores, que tomaram essas iniciativas de restrição, ainda não sentaram na mesa para decidir quem vai reparar as nossas perdas”, disse Solmucci em entrevista à revista “Veja”.

Uma das formas de ressarcimento, na visão da entidade, seria o abatimento de impostos. A associação estima que 40% das perdas do setor venham do Estado de São Paulo e cobra uma atitude do governador João Doria (PSDB).

Solmucci, no entanto, faz questão de deixar claro que a decisão de denunciar apenas estados e munícipios, e não o governo federal, não é partidária. “A ação parte do princípio de que quem impediu o funcionamento do setor tem de fazer a reparação. Como o governo federal não impôs restrições, não há como acioná-lo”, justificou.

(*) Da redação da Menu

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana