Noticias

McDonald’s oferece livro infantil LGBT junto com McLanche Feliz

Foto: Reprodução

Para promover a diversidade, a tolerância e a igualdade de gênero, o McDonald’s da Alemanha está apostando na educação das crianças.

+Comercial do Burger King sobre diversidade é criticado por Frente Evangélica
+Funcionária obrigada a comer fast-food será indenizada em R$ 6.000
+Burger King: funcionários pedem demissão em massa e deixam recado no letreiro

Neste mês, ao pedir um McLanche Feliz, os pais dos pequenos têm a opção de trocar o tradicional brinquedo por uma edição do livro “Raffi und seine pinkes Tutu” (“Raffi e seu Tutu Rosa”), escrito por Riccardo Simonetti, embaixador especial da União Europeia para a causa LGBTQ+.

O livro conta a história do menino Raffi, que gosta de jogar futebol e sempre usa camisetas esportivas. Ele também adora seu tutu rosa e sua boneca favorita. E o autor mostra o que acontece no dia em que ele decide usar o tutu fora de casa.

Inicialmente, o garoto é visto com desconfiança pelos colegas, mas, com o tempo, as outras crianças descobrem que “ser diferente” não é uma coisa ruim. Pelo contrário: torna-o especial.

“Por que nosso McLanche Feliz usa um tutu? Porque pode! Defendemos uma cultura de diversidade e aceitação. Em frente e atrás do balcão, e não apenas no nosso menu”, escreveu o perfil do McDonald’s alemão em sua conta no Twitter.

O livro é indicado para crianças a partir dos 4 anos e sua aquisição é totalmente opcional. Apesar disso, a campanha recebeu comentários negativos de pais conservadores.

“O McDonald’s devia se envergonhar! Abusar de um produto para crianças. A empresa sempre foi a melhor no ramo de hambúrgueres, mas, se agora atrair as crianças para essa bolha da diversidade, acabou”, afirmou um dos usuários da rede social.

“Isso é apenas marketing. Eles têm que concordar com eles porque todo mundo está fazendo isso; caso contrário, eles não se importariam”, criticou uma outra pessoa.

(*) Da redação da Menu

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana