Bebida

“Terrível”: após geadas, vinhedos de Champagne são atacados por fungos

Foto: iStock

Como se não bastassem as fortes chuvas e as geadas registradas neste ano, os vinhedos de Champagne (França) foram atingidos por fungos, comprometendo a produção dos tradicionais vinhos e espumantes da região.

+Aprenda a fazer uma diferente combinação de chocolate com espumantes
+Brad Pitt lança champanhe de R$ 2.150 feito na França
+Conheça o Piper-Heidsieck, o champanhe oficial do Oscar

De acordo com comunicado enviado nesta terça-feira (28) pela CIVC, entidade que representa as vinícolas locais, de 20% a 25% dos vinhedos de Champagne foram atacados pelo fungos e metade da safra de 2021 será perdida.

Maxime Toubart, vice-presidente do CIVC, disse à agência Reuters, que as perdas não terão impacto sobre a oferta aos mercados, graças às reservas de produções passadas.

A Europa Ocidental foi atingida por chuvas torrenciais em meados de julho, causando enchentes mortais na Alemanha e na Bélgica e aumentando a preocupação sobre danos a vários produtos agrícolas, incluindo cereais. Geadas severas ao longo do inverno, por sua vez, já haviam danificado 30% da produção.

“É terrível, tivemos muita chuva, justamente quando precisávamos de clima quente e seco”, disse Toubart, que também é produtor de vinhos e espumantes de Champagne. Já os fungos secam as uvas e folhas das parreiras.

Em alguns lugares, todo a plantação foi destruída, disse o representante da CIVC. “Uma perda de 20% a 25% em 35.000 hectares é enorme. As gerações mais velhas dizem que nunca viram nada assim”, acrescentou.

(*) Da redação da Menu

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana