Noticias

Prefeitura de SP recua e passaporte da vacina será opcional em restaurantes

Foto: iStock

Depois de anunciar, na manhã desta segunda-feira (23) a exigência de um passaporte de vacinação para entrar em bares e restaurantes, a Prefeitura de São Paulo recuou e afirmou que a comprovação de imunização será opcional nesses estabelecimentos.

+Prefeitura de SP vai exigir passaporte de vacinação para entrada em bares e restaurantes
+Donos de restaurantes de SP defendem exigência de comprovante de vacinação
+Variante Delta da covid faz restaurantes dos EUA barrarem clientes não vacinados

Nesta tarde, o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, disse a diversos veículos de imprensa que o passaporte não será obrigatório nesses estabelecimentos e no comércio em geral. O passaporte da vacina, porém, será exigido para entrar em congressos, jogos de futebol e outros eventos de grande porte.

Segundo Aparecido, a confirmação poderá ser feita através de carteirinha de vacinação ou por meio de um aplicativo para celulares e tablets que deve ser lançado até a próxima sexta-feira (27). A gestão municipal, porém, não informou quando a medida passa a valer.

Em entrevista ao Estadão, o diretor da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de São Paulo (Abrasel SP), Rodrigo Goulart, disse que a entidade apoia medidas para estimular a vacinação.

Goulart, no entanto, ressaltou que, caso a Prefeitura decida exigir um comprovante de vacinação, o aplicativo deve ser “funcional e prático, para facilitar a identificação na entrada dos estabelecimentos”.

(*) Da redação da Menu

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana