Noticias

Guia Michelin não avaliará restaurantes do Rio e São Paulo em 2021

Foto: Divulgação

A organização do Guia Michelin anunciou que não divulgará as avaliações de restaurantes das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro em 2021 por causa da pandemia do novo coronavírus.

+Prato mais barato do Guia Michelin custa R$ 13 e está em Singapura
+Guia Michelin divulga restaurantes estrelados do Rio e SP em 2020
+Vendedor de comida de rua de Taiwan entra para o Guia Michelin

De acordo com a publicação, as restrições de viagens afetaram profundamente o trabalho dos inspetores internacionais que costumam vir ao Brasil para avaliar os estabelecimentos.

“Como resultado, não foi possível realizar uma seleção justa, relevante e confiável de restaurantes para 2021 no Rio de Janeiro e em São Paulo”, informou o Guia Michelin, por meio de comunicado à imprensa.

“Avaliamos experiências presencialmente nos restaurantes e, adaptando-nos às situações de cada destino, precisamos preservar a qualidade de nossas recomendações e o respeito ao método de avaliação, ao mesmo tempo em que asseguramos que nossas equipes realizem seus trabalhos de forma segura”, explicou Gwendal Poullenec, diretor internacional dos Guias Michelin.

“Não divulgar a seleção 2021 dos restaurantes no Rio de Janeiro e em São Paulo é obviamente uma decisão difícil e uma triste notícia, não só para nossas equipes, mas também para quem confia em nós e para os restaurantes. No entanto, é para manter esta relação tão especial e preciosa que temos construído com eles, que decidimos não lançar uma seleção que não refletisse fielmente a qualidade e excelência gastronômica dos restaurantes, bem como o talento dos seus chefs”, acrescentou Poullenec.

Publicado desde 1900, na França, o Guia Michelin teve sua primeira edição brasileira lançada em 2015, com avaliações de restaurantes de São Paulo e Rio de Janeiro. A expectativa é de que a próxima edição seja lançada em 2022.

Enquanto isso, os editores do guia afirmam que continuarão “a destacar e promover, em todos os seus canais digitais, incluindo site, redes sociais e aplicativo global, os cenários gastronômicos do Rio de Janeiro e São Paulo”.

(*) Da redação da Menu

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana