Coluna

Café, menu artesanal e drinks: Revo Manufactory é a nova gastronomia de Santos

Café, menu artesanal e drinks: Revo Manufactory é a nova gastronomia de Santos
Café, menu artesanal e drinks: Revo Manufactory é a nova gastronomia de Santos

Há algum tempo, a cena gastronômica de Santos vem se modificando com a participação de jovens talentosos e engajados em busca de novos sabores e conceitos. Releituras das refeições em torno do café, preocupação com a origem dos produtos e muita produção artesanal embalam a rota contemporânea da maior cidade do litoral sul de São Paulo. E existe um espaço muito interessante, cheio de aromas, que reúne toda essa cena em um único lugar: a Revo Manufactory.

Leia também: Os restaurantes em Santos de Dario Costa, campeão do “Mestre do Sabor” e ex-Masterchef

Muito mais que café
Localizado no Edifício Revo (Avenida Epitácio Pessoa, 737, da na Ponta da Praia), funciona para café, almoço e jantar, com massas, petiscos, pizzas de fermentação natural preparadas no forno à lenha e o famoso brunch. Sob o comando de Vinícius Ferreira, Vitor Ladaga, Paulo Nakai e Nilson Ferreira dos Santos, a casa é uma manufatura que produz quase tudo que é servido na casa, sendo uma experiência incrível para os amantes da boa gastronomia. Bem estruturada, a casa tem equipamentos oriundos de vários cantos do planeta, como Alemanha, Itália, de onde trouxeram a máquina de café Victória Arduino, usada no campeonato mundial de baristas; e dos Estados Unidos, de onde veio a máquina de sorvete soft da marca Taylor, usada pela rede Mc Donald´s.

No térreo, uma espécie de food hall, funcionam a padaria, com delícias como os pães de fermentação natural, o croissant, tortas e doces; o empório, com cafés especiais vendidos em grãos ou moídos na hora, além de cervejas e vinhos; a cafeteria, onde é possível pedir sanduiches, omeletes e scrambled eggs (ovos mexidos com cogumelo ou bacon) acompanhados de várias versões de cafés, e salão do restaurante, nos fundos, onde é servido o almoço e o jantar.

Nos dois outros andares, ficam as cozinhas de produção, confeitaria, estoque, vestiário, e os maquinários para o preparo dos pães, doces e outras delícias. O cardápio do almoço é assinado pelo sócio Vitor Ladaga e os
pratos mudam com uma certa frequência. Para beber, vinhos naturais, orgânicos e biodinâmicos, cervejas artesanais, e revri (refrigente de fruta feito na Revo). De sobremesa, os clientes podem optar pela sugestão da cozinha ou pelas especialidades da confeitaria, como a éclair de caramelo com a massa bem assada e crocante e recheio leve e gelado ou sorvete na casquinha feita na casa com manteiga queimada e especiarias.

Os cafés especiais, que surpreendem o paladar e são cuidadosamente selecionados e torrados na REVO, são ideias para finalizar a refeição. A carta de drinks assinada pela mixologista Michelly Rossi, eleita melhor bartender de São Paulo, promete agradar em cheio. Destaque para o milk punch, técnica centenária inglesa de clarificação de coquetéis com leite, nas versões Margarita, Daiquiri e Gim-shissô.

O grande começo
Na cidade que abriga o maior porto de exportação de café do Brasil, país que mais exporta o grão do mundo, um grupo de amigos resolveu fazer uma microtorrefação de garagem, que falasse direto com os produtores no campo e soubesse falar deles para o consumidor.

Foi assim que começou a tomar forma a Revo, em 2015, por meio de um crowdfunding, que depois cresceu e passou a produzir comidas e outras bebidas servidas aos sábados e domingos num restaurante improvisado na casa de um dos sócios.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana