Bebida

Arqueólogos encontram jarras de cerveja de 9.000 anos na China

Foto: PLOS One/Dartmouth College
Foto: PLOS One/Dartmouth College

Uma equipe de arqueólogos encontrou em Qiaotou, no sul da China, alguns dos objetos mais antigos usados para preparar e consumir cerveja, produzidos cerca de 9.000 anos atrás.

+Entenda as diferenças entre o “American BBQ” e o churrasco brasileiro
+Nick Cave lamenta fechamento da Mercearia São Pedro: “Eram dias simples e bons”
+Homem nega convite para tomar cerveja e tem a perna quebrada por “amigo”

Durante a pesquisa, a equipa deparou-se com dois esqueletos humanos cercados por dezenas de potes de cerâmica, naquilo que parecia ser um túmulo fixado numa área não residencial.

Dos 50 vasos descobertos, 20 foram analisados e, de fato, havia resquícios de cerveja nos recipientes. “Os resultados revelaram que os vasos de cerâmica eram usados para armazenar cerveja”, afirmou o antropólogo Jiajing Wang, do Dartmouth College (EUA).

Contudo, os arqueólogos acreditam que a cerveja tinha um papel bastante diferente naquela época. “A cerveja em Qiaotou era servida em rituais para comemorar o enterro dos mortos. A bebida desempenhou um papel na manutenção das relações sociais, abrindo caminho para o surgimento de sociedades agrícolas complexas quatro milénios depois”, explicam Wang.

O pesquisador destacou ainda que “essa cerveja não seria como a que temos hoje. Era provavelmente uma bebida ligeiramente fermentada, doce e de cor turva”. Arroz, grãos e tubérculos foram usados para preparar a bebida.

Cascas de arroz e outras partes da planta podem ter sido adicionadas para auxiliar na fermentação, indicou o estudo, cuja versão completa pode ser acessada no site do PLOS One, periódico de divulgação científica com sede em San Francisco (EUA).

(*) Da redação da Menu

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana