Noticias

McDonald’s, Burger King e Outback vão aumentar preços no Brasil

Foto: iStock

Redes de lanchonetes e restaurantes como McDonald’s, Burger King e Outback deverão subir os preços cobrados em suas unidades brasileiras em breve. O motivo é a inflação das empresas de food service, que fornecem insumos para o setor de alimentação fora do lar.

+Risco de apagão faz donos de restaurantes pedirem volta do horário de verão
+Mesmo após reabertura, 40% dos restaurantes ainda estão no vermelho
+Restaurantes de SP pedem ICMS menor para comida e maior para bebidas

De acordo com a Associação Nacional de Restaurantes (ANR), que representa as empresas citadas acima e muitas outras, a inflação acumulada do setor foi de 13% em 12 meses e os estabelecimentos tentaram adiar ao máximo o repasse do aumento dos custos para os consumidores.

Não é possível prever de quanto será o aumento dos preços, mas as redes estão tentando fazer um reajuste abaixo da inflação do período, informa reportagem do Valor Econômico.

A Bloomin’ Brands, responsável pela operação das redes Outback e Abbraccio no Brasil, explicou que o aumento no preço da carne e dos produtos importados é um dos grandes problemas. A rede afirma que tem negociado com fornecedores e revisado seus custos para fazer reajustes abaixo da inflação.

Nos restaurantes menores, por sua vez, os reajustes já estão se tornando mais frequentes. Nas redes Lanchão, Old Dog e X Picanha, que somam 60 lojas em quatro Estados, estão programados um ou dois aumentos por ano. Em 2021, porém, já foram feitos quatro. E um novo repasse está previsto para outubro ou novembro, segundo o dono dos restaurantes, Roger Domingues.

(*) Da redação da Menu

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Garçonete demitida por ciúmes agora fatura com fotos sensuais
+ Chef Henrique Fogaça fecha restaurante no RJ e demite 200 funcionários
+ Torta de sorvete é sobremesa para fazer no fim de semana