Bebida

Unesp cria cerveja saudável que pode ser tomada durante atividades físicas

Foto: iStock
Foto: iStock

De acordo com algumas pesquisas, tomar uma cerveja depois da academia pode ser uma boa ideia para se reidratar – desde que ela seja sem álcool, claro. Agora, porém, será possível beber uma gelada enquanto se exercita.

+5 benefícios surpreendentes da cerveja artesanal, segundo a ciência
+Arqueólogos encontram jarras de cerveja de 9.000 anos na China
+Homem nega convite para tomar cerveja e tem a perna quebrada por “amigo”

Isso porque pesquisadores da Unesp criaram uma cerveja saudável, isotônica e com baixo teor alcoólico. A bebida é uma Pilsen puro malte e pode evitar a desidratação e repor nutrientes durante a prática de exercícios físicos.

Desenvolvida por Deborah Oliveira De Fusco durante seu doutorado na Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Unesp, em Araraquara, a gelada saudável é feita com malte, lúpulo, levedura e água e passa pelo mesmo processo de fabricação das cervejas alcoólicas,

A diferença é que sua fermentação é interrompida no segundo dia após a adição das leveduras, o que controla o teor alcoólico, deixando-o em torno de 0,2%. Ao final do processo, os cientistas adicionaram sódio e potássio, para que a bebida seja caracterizada como isotônica.

Segundo os pesquisadores, outra vantagem dessa cerveja é que ela contém substâncias antioxidantes naturais, que apresentam potencial de retardar o envelhecimento das células.

Com isso, segundo os especialistas, a bebida pode ser indicada para atividades físicas que duram mais de uma hora, já que nesses casos tomar apenas água já não é mais suficiente para hidratar o atleta.

“Muitos produtos isotônicos que estão no mercado contam com adição de substâncias artificiais, como corantes e conservantes”, explica Gustavo Henrique de Almeida Teixeira, docente da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias da Unesp, em Jaboticabal, e orientador do estudo.

Quanto ao sabor, um teste sensorial feito com 115 voluntários apontou que a cerveja saudável foi bem aceita. “A Pilsen é bem conhecida pelos brasileiros e a adição de sódio e de potássio não prejudicou o sabor”, destacou Deborah.

Agora, é questão de tempo até a chegar ao mercado. Segundo os autores do estudo, a nova gelada pode ser fabricada em qualquer cervejaria que tenha uma estrutura tradicional, sem a necessidade de investimentos extras.

(*) Da redação da Menu

Saiba mais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Por causa de dívida, mulher joga gasolina e ateia fogo em idoso
+ Como limpar capinha de celular transparente de 5 maneiras
+ Cientistas descobrem as causas da progressão do Alzheimer no cérebro
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio