Noticias

Atum de 211 kg é vendido por US$ 145 mil em mercado de peixe de Tóquio

Atum de 211 kg é vendido por US$ 145 mil em mercado de peixe de Tóquio (Foto: Onodera Group)
Atum de 211 kg é vendido por US$ 145 mil em mercado de peixe de Tóquio (Foto: Onodera Group)

O leilão de peixes de Ano Novo realizado no Mercado Toyosu, em Tóquio, é um dos eventos gastronômicos mais tradicionais do Japão. O ponto alto é o leilão do melhor (e mais caro) atum do dia – segundo uma superstição local, quem consegue arrematar o pescado tem boa sorte durante o ano todo.

E o primeiro exemplar vendido em 2022 foi um atum de 211 kg que alcançou o valor de US$ 145 mil (cerca de R$ 827 mil). O peixão ficou com o grupo de restaurantes Onodera e o atacadista Yamayuk, que fizeram a compra em conjunto nesta quarta-feira (4).

O pescado, porém, até que saiu em conta quando comparado com o recordista do leilão: em 2019, um atum de 278 kg foi arrematado por US$ 3,1 milhões (R$ 17,7 milhões) e rendeu cerca de 12 mil peças de sushi.

“O atum mais procurado é considerado auspicioso. Servi-lo aos nossos clientes deve iluminar um pouco o ano, apesar de nosso mundo continuar enfrentando a pandemia”, disse Akifumi Sakagami, chef do grupo Onodera, à agência de notícias France Presse.

(*) Da redação da Menu

Saiba mais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Por causa de dívida, mulher joga gasolina e ateia fogo em idoso
+ Como limpar capinha de celular transparente de 5 maneiras
+ Cientistas descobrem as causas da progressão do Alzheimer no cérebro
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio