Noticias

Campanha de Henrique Fogaça já doou mais de 10 mil marmitas

Foto: Divulgação

da redação da Menu

A campanha Marmita do Bem, do chef e jurado do MasterChef Henrique Fogaça, já bateu a meta de doar 10 mil marmitas para pessoas em situação de vulnerabilidade por causa da pandemia de coronavírus e agora será extendida enquanto houver doações. A campanha já arrecadou cerca de R$ 130 mil pela vaquinha virtual realizada no site Kickante.

Fogaça, que é sócio dos restaurantes Jamile (onde as refeições são preparadas), Sal e Cão Véio, também recebeu uma doação da Freixenet, uma das maiores produtoras de cava do mundo.

+Babu, do BBB 20, vai cozinhar em live no fim de semana
+Chef Henrique Fogaça cogita fechar um restaurante
+Diner, de Jamie Oliver, estreia em São Paulo por delivery

A marca cedeu 1.200 garrafas de Mía Sangria, que serão vendidas pelo restaurante por R$ 30 (o valor médio costuma ser de R$ 70). Serão doadas as sangrias nas versões com vinho tinto e vinho branco, que poderão ser compradas pelos aplicativos iFood, Uber Eats e Rappi.

Caso toda as garrafas sejam vendidas, o restaurante deve arrecadar cerca de R$ 36 mil (será um pouco menos em função dos custos), valor que será integralmente usado para preparar mais marmitas para doação.

Saiba mais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Por causa de dívida, mulher joga gasolina e ateia fogo em idoso
+ Como limpar capinha de celular transparente de 5 maneiras
+ Cientistas descobrem as causas da progressão do Alzheimer no cérebro
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio