• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Anuncie
Revista Menu
MenuMenu
FECHAR
  • Home
  • Receitas
  • Últimas
  • Comidas
  • Bebidas e Drinks
  • Menu Testa
  • Siga-nos:Facebook
Notícias12/07/2022

Cliente é ameaçada e chamada de ‘morta de fome’ por donos de hamburgueria

Cliente é ameaçada e chamada de 'morta de fome' por donos de hamburgueria (Foto: iStock)

Cliente é ameaçada e chamada de ‘morta de fome’ por donos de hamburgueria (Foto: iStock)

Pedro Marques
Texto por:Pedro Marques12/07/22 - 13h53min

Uma enfermeira de 35 anos afirmou ter sido ameaçada e chamada de "morta de fome" após reclamar de um pedido feito através do iFood em uma lanchonete de São Vicente, litoral de São Paulo.

+Cliente coloca inseto na comida para sair sem pagar a conta de restaurante
+Cliente pede que garçom cuspa em prato de comida e gerente encoraja
+Justiça determina que restaurante Terraço Itália indenize cliente constrangido por usar shorts

Segundo a cliente, que pediu para não ser identificada, a briga começou por causa do tamanho do refrigerante enviado. O anúncio cadastrado no app de delivery mostrava um combo com x-burguer, onion rings, batata frita e uma lata de 350 ml. A hamburgueria, no entanto, enviou uma garrafinha de 200 ml para a enfermeira.

Por causa da diferença, a cliente entrou em contato com o iFood, que decidiu cancelar o pedido e o devolver o valor de R$ 9,98 – o combo normalmente é vendido por R$ 18,99, mas a enfermeira usou um cupom de desconto.

Mas o problema não havia terminado. Pouco tempo depois de ter o valor estornado, no entanto, a mulher foi surpreendida por dois funcionários da lanchonete, que foram à casa dela e a acusaram de ter cancelado o pedido "na maldade".

"Nem tinha visto o cancelamento até tocarem a minha campainha. Vieram até a minha porta, pedi para o meu marido descer, pois achei que tinham vindo trazer o refrigerante certo, [mas] ele foi surpreendido com uma abordagem de intimidação", disse a enfermeira em entrevista ao site G1.

Além de terem chamado a cliente de "'golpista" e "morta de fome", a dona da hamburgueria enviou mensagens para o Instagram da enfermeira e afirmou que seus funcionários agiram de maneira correta.

Em outra mensagem, a dona do estabelecimento afirmou que sabendo do endereço da cliente iria com a polícia até o residência da enfermeira. "Eu não preciso te ameaçar com nada. Quem deve não sou eu", escreveu.

Em nota, a proprietária da The Lounge Burguer disse que houve um mal-entendido. "Meus sócios foram pessoalmente saber o que houve com o pedido para saber se faltou algo", afirmou.

O iFood lamentou o ocorrido e disse que repudia qualquer forma de agressão. A empresa também informou que está investigando o restaurante. O caso foi registrado por meio de boletim de ocorrência virtual e encaminhado ao 2º DP de São Vicente.

(*) Da redação da Menu

Saiba mais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Por causa de dívida, mulher joga gasolina e ateia fogo em idoso
+ Como limpar capinha de celular transparente de 5 maneiras
+ Cientistas descobrem as causas da progressão do Alzheimer no cérebro
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
ameaças