Coluna

Como fazer manteiga com maconha, a base da culinária canábica

Manteiga de maconha. Foto: Paty Moraes Nobre
Manteiga de maconha. Foto: Paty Moraes Nobre

Planejando morar no Uruguai, a escritora Iara Fonseca e o marido, o engenheiro civil Antonio Faustino Luz, acabaram parando na Praia do Rosa, em Santa Catarina, para esperar a reabertura das fronteiras em tempos de pandemia. Estão estabelecidos em uma casa container em meio à natureza e, acredito, vivendo, em partes, a vida que buscavam no país vizinho, onde o consumo da cannabis é legalizado e pesquisas sobre os efeitos da maconha no organismo humano são incentivadas.

Tom, como é chamado pelos mais próximos, foi diagnosticado com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH). Por isso, tem receita médica e licença da Anvisa para importar remédios à base do canabidiol. No entanto, o custo é alto: cerca de R$ 2 mil por remessa (que dura menos de três meses).

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Revista Menu (@revistamenu)

Pesquisador de cannabis Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), ele se dedica há anos ao cultivo de espécies, como do bonsai Jack herer. O terpinoleno, um dos mais de 200 terpenos do vegetal, presente nesse tipo de maconha tem forte sabor de pinho com notas florais.

Em recente visita que fiz ao casal de amigos, vi de perto como se faz a manteiga com a erva, base da culinária canábica.

É importante derreter a manteiga em banho-maria e em fogo baixo para que a gordura esquente sem queimar. “A cannabis quando descarboxilada com o óleo da manteiga é capaz de ajudar a aliviar a dor, aliviar os efeitos colaterais do tratamento de câncer, melhorar o sistema imunológico, aumentar a cognição e reduzir a inflamação. Também ajuda a equilibrar o metabolismo e proteger a saúde do coração”, defende Tom.

“Estudos já comprovaram a eficácia do óleo para inúmeras doenças. E a manteiga, bem como o óleo de coco com cannabis, podem ser usados em uma ampla variedade de receitas”, acrescenta.

Para cada 100g de manteiga, acrescenta-se 5g de bud de cannabis seco (é o fruto da planta, também conhecido como “camarão”). É preciso cozinhar por cerca de 1h e levar à geladeira até se tornar uma manteiga sólida. O uso é o mesmo da manteiga convencional, do pão às receitas doces ou salgadas.

Saiba mais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Por causa de dívida, mulher joga gasolina e ateia fogo em idoso
+ Como limpar capinha de celular transparente de 5 maneiras
+ Cientistas descobrem as causas da progressão do Alzheimer no cérebro
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio