• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Anuncie
Revista Menu
MenuMenu
FECHAR
  • Home
  • Receitas
  • Últimas
  • Comidas
  • Bebidas e Drinks
  • Menu Testa
  • Siga-nos:Facebook
Notícias18/02/2022

Rappi pede fim de contratos de exclusividade do iFood com restaurantes

Rappi quer fim da exclusividade do iFood em contratos com restaurantes (Foto: iStock)

Rappi quer fim da exclusividade do iFood em contratos com restaurantes (Foto: iStock)

Pedro Marques
Texto por:Pedro Marques18/02/22 - 19h54min

A saída do Uber Eats do segmento de entregas de pedidos de restaurantes no Brasil, marcada para o próximo dia 7 de março, tem preocupado consumidores, empresários do setor de alimentação fora do lar e, claro, empresas concorrentes.

+Delivery de restaurante deve ficar mais caro com saída do Uber Eats do Brasil
+Uber Eats deixará de fazer entregas de restaurantes no Brasil em março
+Hambúrguer é o campeão de pedidos no iFood em 2021; vendas cresceram 140%

Atualmente, o Uber Eats é a segunda maior empresa de delivery de restaurantes. Sem o Eats, o maior receio é que o iFood, atual líder do segmento, monopolize as entregas no Brasil, o que levaria a um aumento de preços.

Foi por isso que, nesta semana, a concorrente Rappi foi ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para pedir o fim dos contratos de exclusividade do iFood com restaurantes, inclusive os que ainda estão em vigor.

A Rappi pede que o Cade impeça o iFood de cobrar multa rescisória dos estabelecimentos que quiserem encerrar a exclusividade e contratar o serviço de outros concorrentes.

Segundo a Rappi, o iFood "se utiliza de multas contratuais de valores exorbitantes, como forma de impedir que o restaurante rescinda o contrato de exclusividade". Essa prática resulta em "uma queda drástica da competitividade no mercado de delivery de comida", argumentou a Rappi.

Reportagem da Folha de S. Paulo informa que o Cade já emitiu uma medida preventiva que proíbe o iFood de estabelecer novos contratos de exclusividade com bares e restaurantes. A medida ainda estabelece limite de um ano para renovação de contratos já existentes, até que o órgão profira a decisão final sobre o caso.

(*) Da redação da Menu

Saiba mais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Por causa de dívida, mulher joga gasolina e ateia fogo em idoso
+ Como limpar capinha de celular transparente de 5 maneiras
+ Cientistas descobrem as causas da progressão do Alzheimer no cérebro
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
aplicativo delivery personalizado