• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Anuncie
Revista Menu
MenuMenu
FECHAR
  • Home
  • Receitas
  • Últimas
  • Comidas
  • Bebidas e Drinks
  • Menu Testa
  • Siga-nos:Facebook
Notícias14/07/2022

Venda de sobras é ‘forma criativa de mostrar alternativas’, diz associação de supermercados

Venda de sobras é 'forma criativa de mostrar alternativas', diz associação de supermercados (Foto: iStock)

Venda de sobras é ‘forma criativa de mostrar alternativas’, diz associação de supermercados (Foto: iStock)

Pedro Marques
Texto por:Pedro Marques14/07/22 - 20h34min

Apesar de considerada censurável por órgãos de defesa do consumidor e outras entidades, a venda de sobras de alimentos, como pele de frango e ossos, é uma prática cada vez mais comum e reflexo da inflação, que acumula alta de 11,89% nos últimos 12 meses, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), calculado pelo IBGE.

+Supermercado de Vila Velha é criticado por vender pele de frango por R$ 2,99 o kg
+Supermercado disfarça restos de queijo com corações e revolta redes sociais
+Doritos vendido por R$ 21,99 e com parcelamento viraliza nas redes sociais
+Vídeo: Ação em supermercados culpa Bolsonaro pela inflação dos alimentos

Para o vice-presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), Marcio Milan, no entanto a venda de carcaças e outras sobras "são uma forma criativa de mostrar alternativas, vamos dizer assim, para aquele consumidor que eventualmente está procurando algo um pouco diferente". A declaração foi feita durante entrevista a jornalistas nesta quinta-feira (14) e publicada pela Folha de S. Paulo.

Milan declarou que a venda de todos esses produtos é permitida pela legislação e regulamentada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Milan disse ainda que esses casos são pontuais.

Também em entrevista à Folha, Rodrigo Afonso, diretor-executivo da organização não governamental Ação da Cidadania, condenou a declaração e disse que os supermercados se aproveitam da fome das pessoas para lucrar. "Por mais que seja pontual, é um absurdo que os supermercados deixem isso acontecer", avaliou.

(*) Da redação da Menu

Saiba mais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Por causa de dívida, mulher joga gasolina e ateia fogo em idoso
+ Como limpar capinha de celular transparente de 5 maneiras
+ Cientistas descobrem as causas da progressão do Alzheimer no cérebro
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
bar fora do eixo